21 de jun de 2012

Testemunho (Alicia Laís)


            Meu nome é Alicia Laís e este é um pequeno resumo da minha historia, meus pais Eraldo júnior e Léia Marta eram loucos por um filho e já fazia 9 anos de casados; Eram muito Felizes pelo fato de terem uma boa casa, um bom emprego e sempre se amarem muito, mas para completar essa felicidade faltavam-lhe um filho. Então fizeram um pacto com Deus e entregaram em suas mãos e começou um doloroso tratamento e para a Glória de Deus dia 23 de Março o resultado da Gravidez de minha mãe deu positivo, Assim o sonho estava se realizando, apesar da gestação ser de risco, confiaram em Deus e foi prosseguindo, com três meses ocorreu um deslocamento de placenta e mamãe teve que ficar de repouso, com 4 meses fizeram uma ultrassonografia, o médico pensou que fosse um menino, mas num segundo com certeza viu uma menina; Todos ficaram felizes pois eu estava perfeita, com 6 meses na consulta do pré-natal minha mãe estava com a pressão arterial altíssima, começou a medicação e mesmo assim não cedia, com 7 meses de gravidez, num domingo, dia 02 de Outubro, a Pressão de minha Mãe aumentou tanto que a médica mandou leva-la urgentemente ao hospital, papai ficou desesperado e não sabia o que fazer, aí vovó Vana começou a agir e alugou um carro e foi junto para o hospital, neste momento a Igreja já estava sabendo e prontificou-se em Oração!
            Mamãe muito triste dizendo que ia morrer, mas vovó sempre dava forças mandando ela tirar aquilo da cabeça, que Deus era maior! Na Segunda feira alguns da minha família foram ao hospital visitar mamãe, inclusive minha Vó Guiomar que ficou muito desesperada por ver a situação de Mamãe, mesmo com todo cuidado dos médicos a pressão não baixava e subiu para 22 e ela teve Pré-Eclampsia , os médicos já tinham dado injeção para me fortalecer então resolveram opera-la; Na Segunda-feira as 15 horas da tarde minha mãe entrou na sala de cirurgia, Vovó Guiomar se ajoelhou ali mesmo no quarto e orou, naquele momento vovó Vana ligou para Tia Elda, Tia Nilda e Tia Loura e elas também começaram a orar, a Igreja assim que soube começou a orar pela vida das duas e pela grandiosa graça de nosso poderoso Deus tudo ocorreu Bem! Nasci Pré-matura com 1,625 Kg, às 16:30 da tarde do dia 03 de Outubro de 2011, todos glorificavam e magnificavam aquele que fez do Sonho de Papai e Mamãe uma Realidade! Quando já estava tudo bem todos vieram para casa e Tia Jaqueline (Irmã de Papai), ficou comigo e mamãe, fui para a UTI e lá surgiram as complicações.
Meu Culto de gratidão à Deus

            Tive infecção, várias paradas respiratórias, um corte na mão (que tenho a marca até hoje), levei vários pontos, cheia de fios numa incubadora, foi tanta luta que perdi algumas gramas e fiquei com 1,300 Kg, tomei muito antibiótico forte e só piorava, muitas vezes meus pais ficavam desesperados mas não blasfemavam e tinham paciência e Fé pelo fato de saberem que não era em vão o sofrimento  que enfrentavam por mim, Num dia de desespero lá no Hospital a médica disse a mamãe que eu vim ao mundo para resgatar muita coisa, e eu acho que é o Amor de uns pelos outros (Não de Papai e Mamãe pois sei que eles se amam, mas talvez de familiares, Ou a Fé de muitos que descriam que o meu Deus pudesse operar!), Com a Graça de Deus, no dia 29 de Outubro eu sai da UTI e fiquei uma semana com a mamãe no quarto, ela nem comia nem dormia só olhando pra mim, o papai quando me visitava não me tirava do colo, e para alegria de todos no dia 04 de Novembro fui para casa por ordem medica, Não podia receber visita, mas eu ainda não estava boa, tive vários sufocamentos, os médicos disseram que era refluxo, a primeira vez minha mãe ficou desesperada pois papai não estava em casa e chamou a vovó Vana, e ela também ficou desesperada mas não demonstrou, pois tinha que dar forças a mamãe, e foi muita luta! Meus pais tinham que revisar; quando um dormia o outro ficava me vigiando porque se acontecesse o refluxo e não tivesse alguém pra me socorrer, eu morreria, os médicos deram 6 mesas para eu poder ir pela primeira vez na Igre e poder receber visitas; o mês de dezembro foi muita luta e no mês de fevereiro estive muito doente, então  o papai fez um voto a Deus, se eu tomar o remédio e melhorar, no Sábado me levaria na Igreja e assim foi; estava com 4 meses, eu melhorei parei de chorar e não sufoquei e no sábado fomos agradecer a Deus na Escola Bíblica, a Igreja toda Exaltou a Deus juntamente conosco! Depois fomos ao Médico e ele descobriu que eu era alérgica ao leite e trocou tudo e graças a meu bom Deus estou uma benção! Coo Frutas, Almoço, Janto até carne de galinha eu como! (rsrsrs), dou Gargalhadas e durmo bem, estou com 5 meses, hoje, dia 24 de março de 2012,
Alicia com 8 Meses
o Prº Jessé Araujo vai me apresentar ao Senhor e papai e mamãe vão me dedicar a Deus prometendo me criar nos caminhos do Senhor, Agradeço a Deus por tudo! Papai quando eu estava internada não via a hora de me ver sair e cantar “Vale a Pena ser Fiel” da cantora Lauriete, par meus pais esse hino os auxilio muito nos momentos de Aflição, eles choraram quando a Tia Nilda cantou pra eles o hino da Shirley Carvalhaes que o redator o meu primo Elizeu Junior, vai disponibilizar pra vocês ouvirem o que Deus disse aos meus pais! Um Fato importante pra mim e minha família é que os próprios médicos quando viram meus exames se surpreenderam com a reversão progressiva do meu quadro de debilidades, ate pensaram que eu já deveria estar morta, mas um alguém que é Maior que a Enfermidade, Maior que a Dor, maior que o medo, maior que Tudo, mostrou que sua Fidelidade se estende de geração à Geração, por isso eu, papai e Mamãe agradecemos a esse Deus Digno do louvor que flui dos nossos corações, Agradecemos aos Amigos, Irmãos da Igreja, Tia Silvana que também entrou na campanha de Oração com as irmãs da Igreja Batista, aos meus avós, Tios, Primos, a todos os que oraram por mim, Obrigado, que Deus me use pra abençoar a vida de vocês, assim como usou-lhes para me abençoar através de vossas orações.




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: